E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Depois do assassinato de mais um PM no Maranhão, Coronel Sá critica ‘sistema’

Coronel da PMMA, Raimundo Nonato Sá
Coronel da PMMA, Raimundo Nonato Sá
Estamos mais uma vez de luto, putos, revoltados, indignados, porém , firmes e fortes, unidos mais do que nunca atrás dos malfeitores que tiraram a vida do Sargento Coelho. Não aguentamos mais a falta de apoio à nos, devido termos uma legislação que não proteja e nem garante ao agente de segurança pública de nada, simplesmente meliantes tiram a vida de mais pais de família, não acontece nada devido leis frágeis e inoperantes.
Há a certeza que quase todos têm é a da IMPUNIDADE, entretanto, não deixaremos o crime impune. Iremos prender esses elementos e esperamos que eles se entreguem para serem conduzidos para as delegacia para serem autuados em flagrantes, por que caso contrário queiram nos enfrentar iremos reagir à altura para nos proteger. Até agora não vi o apoio das autoridades, órgãos dos direitos humanos e demais segmentos buscando apoiar, garantir os direitos do falecido e exigir a punição dos culpados.
Saímos cedo de casa para garantir a segurança da sociedade e muitos de nós pagamos com a própria vida. Precisamos de uma proteção jurídica para pessoas que matam agentes públicos. Precisamos de política pública para os familiares dos militares por que após a morte de um de nós, a família pena pela burocracia que muitas das vezes deixam os filhos, mulheres e demais parentes até 180 dias sem receber o dinheiro.
Peço para os senhores deputados, senadores, governadores que façam leis de proteção ao policial. Senhores desembargadores (as) juízes (as) e promotores (as): sejam implacáveis nas suas penas e denúncias. Não deixem eles soltos por que nós fazemos a nossa parte e não fugimos da luta e do nosso juramento, mesmo quando estamos à paisana agimos quando há uma quebra da ordem pública.
Acho legal o Estado fazer um programa de valorização da pessoa, então façam conosco. SÓ QUERO QUE O ESTADO NOS RESPEITE E NOS AME, ASSIM COMO FAZEMOS POR ELE, DANDO O QUE TEMOS DE MAIS IMPORTANTE: A VIDA.
Policiais militares sejamos mais fortes e unidos ainda mais e vamos à luta para resolver mais essa situação. Espero ver ainda em vida a visita desses segmentos de proteção aos direitos humanos aos nossos familiares nesse momento, que levem soluções e se empenhem nos casos para serem solucionados.

Coronel QOPM Sá – Comandante da APMGD (Academia de Polícia Militar Gonçalves Dias)

0 comentários em “Depois do assassinato de mais um PM no Maranhão, Coronel Sá critica ‘sistema’”

Postar um comentário

https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl