E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Caderno de propinas era utilizado para fazer a “contabilidade do crime” em Cachoeira Grande, revela polícia


Delegados durante coletiva realizada hoje.
Do Blog do Luis Pablo

O ex-prefeito de Cachoeira Grande, Francivaldo Vasconcelos, que esteve à frente da prefeitura entre os anos de 2009 a 2016 foi preso na manhã desta sexta-feira (23), junto com o filho Alexandre Leda.
Vasconcelos foi preso em sua residência, na capital maranhense. Pai e filho são investigados por fraudes em licitações para desvios de recursos públicos destinados ao município.
Segundo a polícia, foi desviado mais de R$ 3 milhões de verbas públicas. O filho do prefeito é apontado como o “operador do esquema” através da contratação de empresas de fachadas e emissão de notas frias.
Durante a operação, a polícia encontrou um “caderninho de propinas” que tinha de forma manuscrita a contabilidade do crime iniciada em 2011.
O que chama atenção é que a “contabilidade” iniciou-se bem antes de ser firmado contrato com as empresas Habitat LTDA e A S Abreu Construções iniciados em 2012, o que deixa claro que os contratos eram direcionados.
As propinas eram pagas em até duas parcelas entre R$ 100 mil e R$ 150 mil.
Em depoimento, o ex-prefeito Francivaldo Vasconcelos fez questão de enfatizar que está sendo vítima de adversários políticos.
Toda a documentação apreendida pela Policia Civil será encaminhada para a Polícia Federal.
Ex-prefeito sendo conduzido pela polícia
Ex-prefeito sendo conduzido pela polícia
Caderno de propinas apreendido pela polícia
Caderno de propinas apreendido pela polícia

0 comentários em “Caderno de propinas era utilizado para fazer a “contabilidade do crime” em Cachoeira Grande, revela polícia”

Postar um comentário

https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl